16 de julho de 2013

Ator Sebastião Vasconcelos morre aos 86 anos no Rio

Vasconcelos nasceu em 1927 na cidade de Pocinhos (PB) e começou a carreira no Recife, como ator de teatro. Nos anos 1950, mudou-se para o Rio, onde prosseguiu trabalhando nos palcos.

Na versão original de "Saramandaia", exibida pela TV Globo em 1976, o ator interpretou o coronel Tenório Tavares.

Outros trabalhos de destaque foram "A casa das sete mulheres" (2003), "O clone" (2001) e a segunda versão de "Selva de pedra" (1986), como o pai de Tony Ramos. O Memória Globo descreve o personagem de Vasconcelos como "um homem rigoroso". É um tipo de papel que acabaria marcando a sua carreira. Ele esteve também em "Bebê a bordo" (1988-89), nas minisséries "Grande sertão: Veredas" (1985) e "Riacho doce" (1990), "Felicidade" (1991-92), "Anjo de mim" (1996-97) e "Corpo dourado" (1998). Atuou ainda nas novelas “Caminhos do Coração” (2007) e “Os Mutantes – Caminhos do Coração” (2008), exibidas pela Rede Record.

No cinema, Sebastião Vasconcelos trabalhou em produções como "Índia, a filha do Sol", de Fábio Barreto, e com destaque em "Inocência" (1983), adaptação do romance homônimo escrito por Visconde de Taunay. O papel de Martinho Pereira lhe rendeu o troféu Candango de melhor ator coadjuvante no Festival de Brasília.

Aos 86 anos, o ator morreu às 20:15 da segunda, dia 15, no hospital Albert Sabin, com um choque séptico.


Informações do G1.