18 de junho de 2012

Médico condenado por morte de Michael Jackson diz que está morrendo na prisão


Conrad Murray -  Efe.

Conrad Murray, médico que foi condenado em novembro de 2011 a quatro anos de prisão pela morte de Michael Jackson, pediu transferência de cadeia. A informação é do site "TMZ".

Valerie Wass, advogada de Murray, disse que se seu cliente continuar na L.A. County Jail, onde está detido, pode morrer pela falta de cuidados.

"Eu posso não sair daqui vivo", disse Murray à advogada. "Esse é um lugar muito perigoso. Estou morrendo aqui. O sistema quer me matar."

Murray afirma que sofre com dores de cabeça constantes e tem medo de estar com um tumor no cérebro.



Folha.com