2 de janeiro de 2012

2012!


Chegou o segundo ano da segunda década do século 21! O tempo passando muito rápido... Significaria que está tudo muito bom? Com base no ditado popular que diz "tudo que é bom dura pouco", poderíamos afirmar que sim.

Outro ditado popular bastante conhecido diz que "cada cabeça é um mundo". Com base neste, podemos dizer que em cada pessoa há uma história, um modo de pensar e de ver as coisas. Assim, para a pergunta do primeiro parágrafo, podem surgir várias respostas diferentes. Que sua resposta seja positiva. Que você sinta que tudo está muito bom! Afinal de contas, nossa condição de felicidade depende do que sentimos e não necessariamente do sentimento geral.

Mas apesar de nossa felicidade ser algo pessoal, nosso bem estar pode ser coletivo. Por isso, por mais que tenhamos um mundo egoísta e vivamos num país que atravessa uma verdadeira guerra civil, mantenha o foco em ser bom, fazer o bem. Certamente isso vai lhe manter com bons sentimentos.

Lutemos por dias melhores, descartemos o que não nos engrandece. Desde as músicas que desqualificam o ser humano até os políticos que não trabalham por seus eleitores. Lembre-se: a música que chamamos de ruim e que toca em todo lugar, só aparece porque é ouvida por muitos. O político que chamamos de ladrão só está lá porque foi votado. Programas de rádio e de TV só tem sentido pela audiência. Portanto, negue sua atenção para o que não é bom, negue seu voto para quem não o merece.

Televisão tem controle, rádio também tem e CD não pula sozinho pra dentro de casa. Político não se elege sem votos. No super mercado tem alimentos que são saudáveis e outros que não são. Você pode escolher.

Cuide bem do seu mundo, cuide bem da sua vida. E saiba: tão importante quanto descartar o que é ruim, é valorizar o que é bom. Faça boas escolhas e faça elogios às coisas boas. Vamos aproveitar a motivação de mais um ano que começa para por em prática todas essas medidas.

2012... Pode ser um ano fantástico! Creio que você já sabe de quem isso depende.

Grande Abraço!

João Rocha
Rádio Web 1.