18 de agosto de 2011

Teles terão de investir R$ 60 bi a mais

Em troca da abertura do mer­cado de TV a cabo para as teles, ocorrida com a aprovação do PLC 116 anteontem, o gover­no vai cobrar um plano de investimento extra para que as operadoras levem internet e TV paga para o "interior do Brasil", informa reportagem de Valdo Cruz, Elvira Lobato eJulio Wiziack para a Folha.

"O governo se empenhou na aprovação do projeto e agora vai cobrar", disse à Folha o ministro Paulo Bernardo (Co­municações).

Ontem, ele já deu esse recado à Oi du­rante audiência com o novo presidente da empresa, Fran­cisco Valim.

Nas próximas semanas, o ministro receberá Telefônica, CTBC e Sercomtel.

A liberdade de atuar na TV a cabo custará a essas empresas investimentos de R$ 60 bilhões a mais em dez anos para chegar a 30 milhões de acessos de TV paga no país.

Hoje, existem 11 milhões de acessos. Isso é para garantir o mínimo de qualidade dos serviços que serão prestados na mesma rede de cabos.

Folha.