29 de março de 2011

“Perdemos um grande amigo e um brasileiro exemplar”, diz presidente da CNI, em nota à imprensa sobre a morte de José de Alencar

Brasília (29/3/2011) - O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, lamentou nesta terça-feira, 29 de março, a morte do empresário e ex-vice-presidente da República José de Alencar.

“Ele foi um industrial ousado e um líder empresarial que soube, com sabedoria e espírito empreendedor, construir o maior grupo têxtil do país. Político habilidoso, ajudou, com a mesma tenacidade que lutou pela vida, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva a recolocar o Brasil no caminho do crescimento e projetar o país no exterior”, disse Andrade. “Perdemos um grande amigo e um brasileiro exemplar”, completou o presidente da CNI.

Andrade lembrou que Alencar foi um dos seus antecessores na presidência da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG). “Ele fortaleceu e dinamizou a FIEMG”, disse Andrade.

O presidente da CNI comunicou a morte de José Alencar na reunião mensal de diretoria da instituição, e pediu aos presentes – presidentes de federações de indústria e executivos da CNI - um minuto de silêncio.