2 de julho de 2010

Twitter congestionado


Quem saiu para o Twitter na tentativa de afogar as mágoas pela derrota da seleção brasileira nas quartas de final da Copa do Mundo, acabou se deparando mais uma vez com o estresse de um serviço ruim. Lento, com capacidade esgotada, aconteceu como com as operadoras de telefonia em virada de ano.

Convenhamos, para o Twitter não precisa de algo tão extraordinário para que o site deixe de funcionar adequadamente. A derrota da seleção brasileira, até certo ponto esperada (diante da fragilidade do time) foi a gota d'água dessa vez. Em destaque nos trending topics estavam o protagonista do jogo - Felipe Melo - e o músico inglês Mick Jagger, classificado como torcedor "pé frio", além do já tradicional lugar ocupado por Galvão Bueno, muito criticado pelas pérolas soltas durante as transmissões da Globo.

Não sendo de ferro, eu obviamente tentei dar uma passada por lá para afogar as mágoas, mas me deparando com a baleia puxada pelos passarinhos (imagem ridícula que o Twitter usa para ilustrar sua incapacidade de lutar com tantos usuários simultâneos) resolvi usar este espaço todo exclusivo no qual exponho com liberdade todos os meus pensamentos significativos (ou não), desde 2007.

É isso... Brasil fora da Copa do Mundo, bandeirinhas verdes e amarelas penduradas de poste a poste em várias ruas para nos lembrar o fato mal consumado, mas vida que segue. Já disse o nosso simpático Galvão Bueno: "foi só um jogo de futebol".