20 de novembro de 2009

Morreu Herbert Richers

Cresci, não muito, mas cresci, ouvindo a frase: "Versão brasileira Herbert Richers". Sempre ficava intrigado pelo fato da versão brasileira ser feita por um estúdio com nome "internacional".

Apesar de achar interessante o trabalho de dublagem, nunca me interessei em buscar mais informações a respeito, e para mim Herbert Richers era apenas um nome misterioso no começo dos filmes.

Conforme descreve a Wikipédia, Herbert Richers era brasileiro, natural de Araraquara - SP. Portanto, aquele nome "internacional" que eu tinha em mente não significava que a pessoa Herbert também era. De fato, só descobri hoje quem era o Herbert Richers, no dia em que ele morreu e o G1 estampou a notícia em destaque. Na verdade eu pensava que ele já era falecido, devido aos longínquos filmes que levavam sua assinatura.

Tá bom, vou confessar que pensava que Herbert Richers era apenas um nome de estúdio em homenagem a um grande "alguma coisa" do passado, mas acabei sendo pego de surpresa com a morte de alguém que eu já imaginava como morto.

Ele existia, era brasileiro, era conhecido de forma desconhecida por muitos!

Agora, venho deixar minha homenagem a este ícone da dublagem no Brasil, que embora eu não tenha conhecido, fez parte da minha infância e, certamente, de tantas outras pessoas. Que descanse em paz...

Eis a imagem do ícone: