2 de outubro de 2009

Falhou a trapaça no ENEM

Alguém descobriu antecipadamente as questões do Exame Nacional do Ensino Médio - ENEM, mas outro alguém descobriu que alguém descobriu. Acabou o golpe, foi por água abaixo o plano oportunista.

Problema para os milhares de alunos que se prepararam para a prova e agora vão ter que esperar mais um pouco para fazê-la. Tudo por culpa de alguém que "ninguém" conhece - haja trocadilho. Mas foi justamente com um monte de trocadilhos que minha redação no ENEM de 2007 me colocou na universidade. Voltando ao exame de 2009, a causa do adiamento põe mais uma pulga atrás das orelhas dos brasileiros e nos lembra que devemos estar atentos para não cair em golpes certeiros.

Toda e qualquer questão que envolva perspectiva de lucro estará rodeada de pessoas dispostas a cavar um túnel rumo à saída mais fácil (e ilegal). É assim em provas de concurso público, é assim em eleições, é assim em decisões políticas e numa interminável lista de situações. É como se antes de começar uma corrida de carros você já tivesse a certeza de que alguém vai tentar sabotar o carro de alguém, ou vai adulterar o próprio carro para levar vantagem. Algumas vezes são descobertos, outras o plano falha antes disso, mas, dificilmente não há um plano arquitetado antes da largada.

Graças a fatos como esse do ENEM, a fama de picareta que o brasileiro tem lá fora vai se mantendo. O famoso "jeitinho brasileiro" de conseguir aquilo que pretende está ficando cada vez mais deturpado. Curiosamente, quando usei a comparação da corrida de carros, me lembrei que o mais recente escândalo de "arrumadinho" na Fórmula 1 envolve um brasileiro - o desmoralizado piloto Nelsinho Piquet. Parece mesmo que em tudo à nossa volta existe um toque de trapaça.

Você é brasileiro? Convive com brasileiros? Comece a se perguntar:

Nosso famoso futebol não tem manipulação de resultados? Nosso carnaval revela escolas de samba campeãs com notas livres de qualquer manipulação? Meu carro anda com gasolina de primeira? A empresa que eu trabalho deposita o FGTS? O dinheiro do troco é de verdade? A sombra na parede é minha?

Agora nos resta um consolo: pelo menos no caso do ENEM 2009 alguém descobriu.